O que é Bioeconomia?

Bioeconomia é um modelo de produção industrial baseado no uso de recursos biológicos.

O objetivo é oferecer soluções para a sustentabilidade dos sistemas de produção com vistas à substituição de recursos fósseis e não renováveis.

No Brasil, o termo é novo, mas a ciência não.

O conceito começou a ser conhecido na década de 70 com o Programa Nacional do Álcool (Proálcool).

Segundo dados da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (#OECD), a bioeconomia movimenta no mercado mundial cerca de 10 trilhões de reais e gera cerca de 22 milhões de empregos.

Além disso, as atividades do setor estão no cerne de pelo menos metade dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (#ODS) da ONU, desde a segurança alimentar até a garantia de acesso à energia e saúde.

A competência em bioenergia, agricultura e biotecnologia faz do Brasil um dos protagonistas no cenário da bioeconomia em nível mundial.

Uma das tendências mais fortes hoje no País é a utilização de biomassa integral ou residual como matéria-prima para desenvolvimento de diversos bioprodutos com potencial de uso em diferentes setores da economia.

A expectativa é reduzir a dependência de recursos de fontes fósseis e o impacto sobre a biodiversidade e o meio ambiente.

A utilização de microalgas que é proposta pela #Biotecland contempla o conceito de bioeconomia!

A microalga é considerada uma biomassa brasileira e é o que compõe o biofertilizante!

Curtiu? Quer debater mais sobre o assunto? Nos siga nas nossas redes sociais!

 

22 de Março – Dia Mundial da Água

22 de Março, Dia Internacional da água

22 de Março, Dia Internacional da água

A água é um recurso natural finito e uma das maiores preocupações do futuro da humanidade, e nosso desafio é preservá-la. Afinal, cada vez mais a sociedade questiona a forma como o seu uso vem sendo feito pelos diversos setores produtivos no mundo. A partir do século XXI, a humanidade se deparou com o problema da escassez de água como uma ameaça para a saúde humana e a vida do planeta Terra (RANGEL; BRITTO, 2008). Apesar dos esforços institucionais para a melhoria da qualidade e da infraestrutura sanitária, em todo o mundo, aproximadamente 2,1 bilhões de pessoas não têm acesso à água potável em casa e 4,5 bilhões de pessoas carecem de saneamento básico (UNICEF, 2017).

Nas plantas, a água constitui-se de até 95% do protoplasma, participando de processos como a fotossíntese e fosforilação oxidativa (REICHARDT; TIMM, 2012). E quimicamente, é um reagente na fotossíntese, reação química que é a base da cadeia alimentar. Dentro do cloroplasto da planta, a energia da luz solar é usada para converter dióxido de carbono e água em carboidratos e oxigênio. Em si, é a fonte do nosso oxigênio. Preservar a água é preservar nosso oxigênio.

5 dicas importantes para preservar a água em sua propriedade agrícola: 1) armazenar água da chuva com o uso de cisternas e tanques; 2) Irrigar as plantas por gotejamento, 3) plantação de agroflorestas, 4) aplicar o sistema de plantio direto, que usa a palha do colhido servir como cobertura evitando as altas temperaturas no solo e 5) aplicar as microalgas para aumentar a retenção de água e a vitalidade do solo.

O futuro da Agrobiotecnologia chegou!  Quer saber mais? Entre em contato, acompanhe nossas redes sociais, comente e compartilha!

Fontes:  https://www.embrapa.br/agua-na-agricultura/sobre-o-tema  RANGEL, M. C.; BRITTO, J. M. Processos avançados de oxidação de compostos fenólicos em efluentes industriais. Química Nova, São Paulo, v. 31, n.1, p. 114-122, 2008.  REICHARDT, K.; TIMM, L. C. O solo, planta e atmosfera: Conceitos, processos e aplicações. 2. ed. Barueri: Manole, 2012. 524p.

#agronegocio #agro #chorella #biotec #microalgas #agricultura #plant #sustentabilidade #bioinsumos #agriculturaorganica #futuro #inovação #biodiversidade #soil #produtividade #biologia #bioeconomia #plantas #empreendedorismo #meioambiente #controlebiologico

11 de Fevereiro – Dia internacional das mulheres e meninas na ciência

11 de Fevereiro – Dia internacional das mulheres e meninas na ciência!

Todos os anos, em 11 de fevereiro, as Nações Unidas marcam o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência. A pesquisa da Unesco aponta disparidades maiores em áreas altamente qualificadas, como inteligência artificial, onde apenas 22% dos profissionais são mulheres. O Brasil tem ao menos 77,8 mil pesquisadores nas cinco maiores ciências que declararam ter doutorado na Plataforma Lattes, de acordo com um levantamento feito pelo Open Box da Ciência. Entre eles, 46.501 ou 59,69% são homens e 31.394 ou 40,3% são mulheres. “Na fase inicial da carreira, quando os pesquisadores conseguem bolsas de iniciação, mestrado e doutorado, as mulheres estão em pé de igualdade com os homens”, afirma Sobral, citando dados do CNPq. “Mas no ápice da carreira, a desigualdade ainda existe, sobretudo em algumas áreas como engenharias e ciências exatas”. Fernanda Sobral, vice-presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Nós da Biotecland apoiamos o #ODS5 “Acabar com todas as formas de discriminação contra todas as mulheres e meninas em toda partes”. Admiramos tudo que vocês já criaram e tudo que ainda criarão. Um agradecimento especial as mulheres da Ciência da @biotecland@isabela_campello@laratmiller@rloreen_ #sciencewoman #biotecland #newage #agricultura #mulheresdoagro #mulheres #newagro #woman

ODS 13 Ação Contra a Mudança Global do Clima

Além da Agricultura Sustentável ser essencial para cumprir o ODS e alcançar o patamar de fome zero e agricultura sustentável em nível global, também é uma ação contra as mudanças climáticas.

O aquecimento global é um fenômeno que pode ter relação com atividades humanas. A emissão de poluentes por meio dessas atividades, industriais ou agrícolas, pode gerar um acúmulo na atmosfera o que intensifica o aquecimento global e gera mudanças climáticas.

Aderir à agricultura sustentável além de gerar menos custos financeiros e ambientais, como por exemplo o controle do solo, pode ser considerada uma ação contra as mudanças do clima o que, além de melhorar a qualidade de vida desta e das futuras gerações, mantém a produtividade da sua plantação ao longo dos anos e ao longo das gerações gerando o seu legado positivo para a sociedade e para o mundo.

A Biotecland, por meio da produção de biofertilizantes apoia a agricultura sustentável e os ODS, com isso, sustenta ações contra a mudança global do clima.

Desenvolvimento Sustentável

 

Desde a criação da empresa, nós temos falado sobre os

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Portanto, nessa série especial de temas, vamos explicar passo a passo o

que são os ODS e como a Biotecland pode ajudar a sua produção a atingi-los.

Em outras palavras, vamos expor o que é Desenvolvimento Sustentável,

a discussão sobre o termo desenvolvimento sustentável gerou uma evolução.

No entanto, passou por diversos estágios chegando a ser chamado de eco

desenvolvimento em 1972 que significa criar um estado de bem estar.

Ainda em 1968 cunhou-se o termo “Crescimento Zero” que significaria

a parada da alta econômica para preservação dos recursos naturais.

O modelo de crescimento zero e de eco desenvolvimento não se nutriram

uma vez que criam utopias à sociedade e à relação entre o homem e ambiente.

Isso sem explicar como essa relação poderia advir de forma a

possibilitar a preservação ambiental.

Nesse contexto, com o Relatório de Brundtland, surge o termo

“Desenvolvimento Sustentável”.

Dessa maneira, o desenvolvimento sustentável garante o avanço

econômico e o desenvolvimento material da sociedade.

Prezando por eludir os recursos naturais de forma que gerações futuras

também possam atingir a prosperidade econômica e material.

Seguir o Desenvolvimento Sustentável é uma forma de jurar que a sua

plantação não afete negativamente a plantação das próximas gerações.

Mas também é uma forma de jurar que no ano que vem você tenha água e

recursos suficientes para manter, ou até mesmo aumentar sua produtividade!

Gostou desse conteúdo? Quer comprar um biofertilizante alinhado com os

ODS para crescer a sua produção? Acesse biotecland.com e saiba mais!

 

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

 

Você sabe o que são os objetivos ODS?

Contidas na Agenda 2030, são um plano de ação para as pessoas,

para o planeta e para a prosperidade.

Portanto, os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável são

um conjunto de 169 metas, separadas em 17 grandes objetivos.

Em outras palavras, foram pensadas pela Organização das Nações Unidas,

a ONU, em setembro de 2015, a fim de promover desenvolvimento.

No entato, é resiliente em todas as suas dimensões,

econômica, social e ambiental, para o globo.

Por exemplo, o desenvolvimento sustentável conta com a participação

colaborativa de todos os países.

Acima de tudo, são medidas ousadas e transformadoras para tornar o mundo

um lugar melhor, para a paz universal e maior liberdade, a todos.

Além disso, principalmente para a população desfavorecida,

as futuras gerações e para a natureza.

Nossa empresa tem um modelo de produção com

respeito à economia sustentável.

E uma política de incentivo diretamente ligada com os ODS,

nossa equipe é, em sua maioria, formada por jovens.

E os serviços que contratamos terceirizados são, na medida do possível,

realizados por empresas juniores.

Dessa forma, a empresa incentiva a Educação Brasileira,

assim, a Biotecland segue principalmente os ODS 2, ODS 13 e ODS 15.