Doenças no sistema hidropônico?

O cultivo hidropônico assegura muitas vantagens em relação ao cultivo tradicional, pois podem contribuir nos parâmetros nutricionais da planta até a prevenção de algumas doenças por não utilizar o solo que é um meio que contém os principais vetores de doenças. Porém na natureza existem vários meios de disseminação que pode ser uma porta para entrada de patógenos, entre eles estão: mudas contaminadas, vento, insetos vetores, água contaminadas, entre outros.

O procedimento na identificação a essas doenças tem que levar em consideração todo possível erro no funcionamento do sistema, entre os fatores mencionado no parágrafo acima. O desenvolvimento de alguns fungos ou vírus são acarretados devido as condições encontradas no ambiente como a alta temperatura, umidade, pouca circulação de ar, entre outros.

Entre as principais doenças que atacam as raízes das plantas no sistema de cultivo hidropônico está o Pythium e Fusarium, podendo ocasionar a morte da planta por ser fungos que não existem um meio de controle viável nesse tipo de cultivo, e podem potencializa-se na planta se caso exista fraqueza ou uma possível falta de oxigenação, e o ataque na raiz pode gerar a perca de vigor da planta. Na parte superior um dos principais fungos é o oídio, e entre o controle mais utilizado para reduzir a propagação está a aplicação de calda bordalesa, o seu desenvolvimento se dá a baixa umidade relativa e as alta temperatura.

Para saber mais, acessem: https://biotecland.com/

Fonte: https://www.hidroponiabrasil.com/post/pragas-e-doencas-em-hidroponia

Deixe uma resposta

Sair da versão mobile
%%footer%%