Milho e soja tem maior desenvolvimento com microalgas

 

Pesquisa feita pela Embrapa em parceria com uma empresa  desenvolveu um insumo biológico a partir de uma alga encontrada na biodiversidade brasileira, com o objetivo de potencializar o crescimento e a defesa das plantas. O biofertilizante é baseado em uma cianobactéria.

De acordo com os responsáveis pela pesquisa, a tecnologia consiste na mistura de extratos da cianobactéria com um fertilizante foliar. Em algumas condições específicas, foram produzidas quantidades de um fitormônio para a multiplicação de células e tecidos. Em ambientes controlados, em casas de vegetação, plantações de soja e milho apresentaram até 10% a mais de crescimento e enraizamento.

Segundo o pesquisador, os biofertilizantes – devem ser aplicados em períodos de maior demanda de energia pelas plantas. Em momentos de condições mais adversas, como clima desfavorável, pragas ou limitação de nutrientes, essas aplicações podem favorecer o equilíbrio no desenvolvimento da planta.

O futuro da Agrobiotecnologia chegou!

Quer saber mais? Acompanhe nossas redes sociais e nosso site! www.biotecland.com

Fontes: https://revistagloborural.globo.com/Noticias/Pesquisa-e-Tecnologia/noticia/2021/03/pesquisa-indica-eficiencia-de-bioinsumo-base-de-algas-no-crescimento-e-defesa-das-plantas.html

#agronegocio #agro #chorella # biotec #microalgas #agricultura #plant #sustentabilidade #bioinsumos #agriculturaorganica #futuro

Deixe uma resposta